Arquivos mensais: julho 2019

5 vantagens do software de gestão administrativa do comércio varejista

Na era digital, indubitavelmente, a grande estratégia para alavancar a produtividade de qualquer negócio e aumentar a satisfação dos clientes é a automação dos processos. No varejo, a realidade não é diferente, inclusive para o comércio de pequeno e médio porte.

Acompanhar as mudanças do mercado, seja na incorporação de recursos tecnológicos ou mesmo em relação a própria mudança do perfil do consumidor, virou requisito básico para manter a competitividade. E a automação contribui não apenas neste sentido, mas também para a otimização das atividades, redução de custos, facilidade na tomada de decisão, entre outros fatores relevantes.

A automação veio para ficar. E se você ainda não está convencido, nós vamos te mostrar cinco vantagens do software de gestão administrativa do comércio varejista. Confira:

Informações integradas

Uma das grandes vantagens de um software para comércio varejista é a integração das informações de todos os setores. No varejo, é comum que cada área faça o seu controle, muitas vezes de forma manual, através das planilhas, o que aumenta as chances de erros, retrabalho e até mesmo perda dos dados por algum descuido.

A automação permite que os dados dos setores de compras, vendas e logística sejam integrados, facilitando a tomada de decisão do gestor, que pode identificar com mais praticidade as defasagens de cada área.

Redução de custos

Este item está totalmente relacionado com o anterior. Se o gestor tem a facilidade de monitorar os dados em uma única plataforma, ele possui as condições necessárias para identificar despesas desnecessárias nestes setores e, assim, adotar medidas que possam eliminar desperdícios sem que a produtividade dos colaboradores seja comprometida.

Controle do estoque mais eficiente

O estoque há muito tempo deixou de ser um simples depósito de mercadorias que ainda não foram vendidas. Ele possui um papel estratégico no gerenciamento de empresas, e quem consegue manter um estoque organizado e controlado consegue se manter competitivo no varejo.

A automação faz com que o controle das entradas e saídas do seu estoque seja feito com mais rapidez e eficiência, eliminando a ineficiência na operação. Com esse acompanhamento em tempo real, o gestor consegue identificar as mercadorias com mais saída do setor e reduzir o número de recursos encalhados no estoque.

Foco no core business

A interpretação é simples: se o software de gestão administrativa permite automatizar tarefas operacionais e repetitivas do varejo, como a baixa de estoques e a conciliação de cartões de crédito a receber. Os seus colaboradores e você próprio conseguem direcionar melhor seus esforços para o core business do varejo, isto é, a parte central e mais estratégica do negócio.

Mensuração dos resultados

Como saber se o planejamento da sua empresa de varejo está sendo efetivo se você não possui controle sobre os resultados? Essa é outra valiosa vantagem da automação, que permite estabelecer indicadores de desempenho em todos os setores do negócio. A partir dessas informações calculadas de maneira automática, você pode determinar metas e mudar a estratégia do plano de ação caso for necessário.

Gostou das dicas? Clique aqui e confira mais artigos no nosso blog!

Por que as franquias devem investir em um bom software de gestão?

No segundo semestre de 2018, o mercado de franchising cresceu 8,4% em comparação com o mesmo período do ano anterior. É o que nos informa a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Com isso, o setor vai na contramão do resto da economia, especialmente no segmento da alimentação. Você sabe, no entanto, por que as franquias devem investir em um bom software de gestão?

Imagine lidar com mais de uma unidade em uma rede de franquias sem ferramentas para integrar e automatizar o processo. O trabalho de franqueado seria grandioso e com risco elevado de ineficiência. É para garantir o sucesso das operações realizadas pela unidade que os sistemas são recomendados. De forma mais abrangente, o ganho se dá na consistência da gestão.

Com um software integrado, os gestores podem manter um padrão de gerenciamento estável em todas as unidades. Outro aspecto impactado por estas soluções é a organização financeira do negócio. Para que o investimento do franqueado renda frutos, é indispensável manter um controle financeiro preciso. Um software dá ao gestor este controle sobre entradas, saídas e outros aspectos importantes.

Não esqueçamos que em um negócio no qual é necessário observar taxas de royalties e outros pagamentos obrigatórios, todo controle ajuda. Para alguns setores, como o alimentício, os softwares ajudam ainda na gestão do estoque. Assim, a compra de insumos ocorre de forma que não exista desperdício ou falta. Portanto, a unidade evita prejuízos e opera de modo eficiente.

Outro detalhe é que os empreendedores que entram para o franchising devem estar preparados para se dedicar intensamente à unidade. Cumprir com a disponibilidade necessária nem sempre é fácil, pois saiba que hoje a maioria dos softwares permitem gestão à distância.

Eficiência, logística e o relacionamento com a franqueadora

Além dos detalhes gerenciais mencionados anteriormente os sistemas impactam também nas vendas. Isto ocorre graças às funcionalidades voltadas para PDV. Ademais, o suporte oferecido por ferramentas informatizadas dá ao negócio a capacidade de atender a um grande fluxo de clientes. Tudo isto em menor tempo do que seria realizado sem o suporte tecnológico.

Você ainda não tem certeza de por que as franquias devem investir em um bom software de gestão? Pois saiba que eles impactam também na logística de distribuição. Um fator que está relacionado ao preço final das mercadorias e que faz parte do suprimento de estoques. Assim como em outros benefícios mencionados, esta vantagem advém da capacidade dos softwares de automatizar tarefas.

Por fim, e não menos importante, a relação entre o franqueado e a matriz passa por um aprimoramento. Com aumento nas vendas, finanças organizadas e o ganho em eficiência, é fácil entender por que o relacionamento melhora significativamente. Afinal, uma unidade bem gerenciada representa benefícios tanto para a marca, quanto para o franqueado.

Neste artigo, você conferiu por que as franquias devem investir em um bom software de gestão. Se você faz parte do ramo mais lucrativo do mercado de franquias, o alimentício, temos outro artigo para você. Confira as 7 táticas sobre como informatizar o seu restaurante e impulsione o seu negócio.

Software de frente de caixa: Conheça 5 funcionalidades essenciais

Dada a crescente concorrência no varejo e o alto nível de exigência dos clientes, não basta que o seu comércio apresente bons preços e produtos de qualidade se o seu serviço de atendimento não for eficiente e rápido. Por isso, a escolha de um software de frente de caixa é uma decisão sensível, que deve envolver todas as necessidades do seu negócio.

A área de frente de caixa, ou ponto de venda (PDV), é aquela em que o consumidor finaliza a sua compra. Pode não parecer, mas oferecer uma experiência positiva neste momento é fundamental para que o cliente se sinta satisfeito e retorne ao seu estabelecimento.

Partindo deste princípio, o que devo considerar antes de escolher no mercado um sistema para gestão de frente de caixa? Para isso, nós vamos te mostrar cinco funcionalidades essenciais de um bom software. Confira!

Integração com outros sistemas

Uma das maiores falhas nos processos operacionais no varejo é a falta de integração entre os departamentos do negócio. Um bom software de frente de caixa precisa ser integrado com outros setores, como os de finanças, controle de estoque, fiscal, entre outros.

Essa troca de dados fará com que o compartilhamento de informações seja muito mais eficiente, além de minimizar erros que derivam de processos manuais. Desta forma, a integração aumenta a produtividade da sua equipe, reduz custos e aumenta a sua margem de lucro.

Emissão de documentos fiscais

Ao escolher o software de frente de caixa, é fundamental identificar se ele atende às leis fiscais do seu Estado. Para isso, é fundamental que ele esteja homologado com emissor de cupom fiscal (ECF), NFC-e (nota fiscal de consumidor eletrônica) e NF-e.

Um processo automatizado de emissão de notas e cupons fiscais também é fundamental para a melhorar a experiência do cliente no PDV, garantindo agilidade e, consequentemente, uma espera menor nas filas.

Praticidade e busca inteligente

Já falamos do quanto a agilidade é importante no uso do software de frente de caixa, portanto, este definitivamente é um fator que você precisa ter em mente. O sistema deve ser intuitivo, permitindo uma busca fácil e rápida em uma eventual necessidade. Como a rotatividade costuma ser grande no varejo, isso também contribui para a redução da curva de aprendizado e até de custos com treinamento. Praticidade é a palavra de ordem.

Sistema independente

Também é pertinente que o sistema conte com alguns recursos de contingência, afinal, adquirir um software que dependa de eletricidade ou principalmente de conexão com a internet para funcionar, pode ser um tiro no pé. O sistema deve ser o mais independente possível, sem que as vendas sejam interrompidas por razões simples. Um suporte qualificado também faz toda a diferença nesses momentos.

Relatórios detalhados

Um software de frente de caixa eficaz também gera relatórios intuitivos com dados que facilitam a tomada de decisão, como o ticket médio, por exemplo. Com base nessas estatísticas, você pode definir um planejamento estratégico ainda mais consistente.

Gostou das dicas? Clique aqui e confira mais conteúdos no nosso blog!

4 fatos que comprovam que sua empresa precisa de um sistema emissor de NFe

O estabelecimento das notas fiscais eletrônicas, ou NF-es, trouxe praticidade para as empresas que emitem o documento. O melhor é que podemos utilizar o recurso em todo o território brasileiro. Além de que, seu formato digital beneficia também os órgãos de fiscalização. Para fazer a emissão, no entanto, é necessária uma ferramenta específica. A seguir, apontamos 4 fatos que comprovam que sua empresa precisa de um sistema emissor de NFe.

Embora a Secretaria da Fazenda (Sefaz) ofereça sistema de emissor gratuito, é recomendável adotar um software próprio. O que acontece é que a capacidade da ferramenta de atender às demandas dos negócios é limitada.

Além disto, a tecnologia deste sistema pode estar defasada e a lentidão é um problema comum. Outro inconveniente está na falta de integração com outras soluções presentes nas empresas. Mais razões para adotar um sistema você confere nos tópicos abaixo!

1. Minimiza os erros

Quando a sua empresa dispõe de um software eficiente e atualizado para lidar com notas fiscais eletrônicas, os erros diminuem. Sobretudo se comparamos esta solução informatizada à prática de emissão manual. Nestes casos, basta um momento de desatenção ou pequenas falhas de digitação para que a empresa tenha problemas futuros.

Deste tipo de situação resultam duas coisas. Primeiro, a NF-e pode não ser emitida. É necessário então que exista o retrabalho para a emissão correta do documento. Pode ocorrer ainda de a NF-e ser enviada com informações incorretas para a Sefaz. Os problemas que surgem a partir de então com o fisco são graves.

2. Emissão agilizada

Além de reduzir erros, os sistemas para emissão de notas fiscais dão maior agilidade à tarefa. O ganho não ocorre só em relação aos processos manuais, mas também em comparação com a própria ferramenta da Sefaz. Para ter ideia, em alguns casos, a emissão pode demorar mais de 30 minutos. Sistemas pagos e automatizados são a melhor opção para evitar a demora.

3. Capacidade de integração com outros sistemas

Estas ferramentas permitem a integração com outros recursos, como um software de gestão comercial. Seja qual for o sistema utilizado pelo seu negócio, o fato é que ele pode trabalhar de forma integrada com o emissor de notas fiscais. Isto permite que a informação gerada possa ser reunida em um único ambiente.

Tenha em vista que os negócios que fazem uso de sistemas gratuitos, ou que trabalham manualmente, sempre têm trabalho extra. Afinal, eles precisam registrar todos os dados de notas nos seus sistemas de gestão. Se houvesse uma solução integrada, por outro lado, o encaminhamento de informação seria mais simples e rápido. Na maioria dos casos, a transmissão é automática. Este é um dos principais fatos que comprovam que sua empresa precisa de um sistema emissor de NF-e.

4. Estas soluções apresentam um bom custo-benefício

Todas as vantagens citadas neste artigo podem ser adquiridas com uma boa relação de custo-benefício. Paradoxalmente muitos gestores deixam de trazer maior eficiência aos seus negócios por acreditar que as despesas de sistemas próprios são elevadíssimas. Contudo, existem soluções que cabem até mesmo no orçamento de pequenos varejos.

Os benefícios de tais ferramentas que você conferiu ao longo deste artigo em 5 fatos comprovam que sua empresa precisa de um sistema emissor de NF-e. Quer conhecer outra prática favorável ao seu negócio? Então descubra as vantagens de integrar o e-commerce ao sistema da loja física.