Arquivos mensais: novembro 2019

Confira os principais problemas mais comuns em um frente de caixa e como evita-los

A frente de caixa é o momento em que as coisas acontecem. É o ponto para o qual a sua empresa tanto trabalha, em que o cliente está finalmente realizando a compra. Ou seja, todo o recurso gasto com marketing, com a gestão depende deste exato momento. Por isso, os problemas na frente de caixa podem ser bem prejudiciais na sua empresa. Então, confira o post para conhecer os mais comuns e saber como evitá-los.

Como é um momento de interação direta com o cliente, a maioria das questões envolve o público e o seu relacionamento com a empresa e com a experiência.

Portanto, um primeiro problema é a falta de opções de pagamento. É extremamente irritante e frustrante para o público chegar à frente do caixa apenas para descobrir que o estabelecimento não aceita cartão de crédito, por exemplo. Este problema ainda é muito comum.

Receber em dinheiro é muito conveniente, mas muitos clientes o usam muito pouco e preferem uma opção de pagamento mais moderna. As frentes de caixa precisam estar bem preparadas para se adequar. Por isso, busque soluções para diversificar os pagamentos.

Outro primordial são os problemas no atendimento. Se este for lento, sua chance de espantar os clientes ou garantir que eles não vão retornar é enorme. A dificuldade é que existem muitos motivos pelo qual isso pode acontecer.

Portanto, uma boa dica é avaliar o mais de perto possível como é o processo de frente de caixa, ou fazer pesquisas com os clientes, para detectar qualquer problema.

Procure formas de tornar o atendimento mais ágil

Em certas situações, o atendimento ruim pode ser conta de um problema com os funcionários. Neste caso, é importante caprichar no treinamento da equipe e deixar claro para eles a importância de fazer um bom atendimento.

Existem diversos incentivos que podem ser feitos para que os profissionais melhorem seu desempenho na frente do caixa, como os bônus. O atendimento se torna cada vez mais importante para o público, o que isso significa que este problema pode se transformar em uma enorme força.

Outro ponto do problema no atendimento é o sistema. Quantas vezes você mesmo já passou por uma experiência de compra ruim e o caixa diz que o “sistema caiu” ou algo parecido? Um sistema ruim também pode ser a ruína de uma frente de venda.

Portanto, vale a pena investir em uma ferramenta mais poderosa que auxilia em cada processo da venda. Primeiramente, um sistema mais estável não cairá.

Além disso, a automatização de certas tarefas permite que os profissionais tenham mais facilidade no momento do trabalho, fazendo o atendimento ser ainda mais rápido.

Por fim, ele ainda conta com ferramentas de gestão que auxiliam os líderes a processarem melhor a gestão do negócio.

Outro ponto que é um problema comum em frente de venda é uma certa falta de noção dos picos de demanda. Todo negócio atrai uma movimentação maior, em certos dias ou horários. Portanto, é preciso antecipar estas demandas para saber bem os momentos em que é preciso se focar mais no atendimento, abrindo mais caixas, por exemplo.

Esses são alguns dos problemas em frente de caixa mais comuns, apesar de poderem existir diversos outros. O mais importante é entender que esta interação gira totalmente em torno da experiência do cliente, portanto, pensar na forma de melhorar esta interação já é um grande passo em corrigir o que existe de errado.

As vantagens da impressão de comanda na cozinha do seu restaurante

Qualquer pessoa que vá a um restaurante, tem a vontade de ser atendido com qualidade e rapidez. Poucas coisas são piores para um negócio de alimentação do que reclamações referentes à demora na chegada do pedido, o que aumenta a fome e a impaciência, criando um ambiente ruim na mesa e, em casos mais extremos, no restaurante inteiro.

Por isso, algumas medidas precisam ser tomadas por qualquer gerente para que a agilidade na entrega do serviço seja aumentada. Claro que esse processo também passa pela qualidade do pessoal envolvido na preparação, mas algumas automações podem ajudar bastante.

Impressão de comandas na cozinha

Uma das principais formas de se acelerar o processo de produção dos pratos é a introdução do sistema de impressão das comandas diretamente na cozinha.

O primeiro aspecto é a maior velocidade de chegada do pedido até os responsáveis na cozinha. O processo fica muito mais ágil, sendo praticamente automático. Assim que o cliente passa ao garçom qual seu desejo, um sistema tecnológico já coloca para os cozinheiros.

Esta é um ganho considerável de tempo em relação a um local que dependa de o profissional tirar o pedido na mesa e levar uma folha de papel até os profissionais da cozinha. Sem contar na segurança gerada ao cliente, que percebe que está em um estabelecimento que trabalha com as melhores tecnologias.

Outra possibilidade de um processo automático é diminuir os riscos de erros humanos e na comunicação. Com uma comanda padronizada, digitalizada e bem organizada, fica muito mais fácil para todos os envolvidos. O garçom coloca o pedido no sistema utilizado pelo estabelecimento e os cozinheiros já se organizam.

Isso evita o problema, por exemplo, dos responsáveis pela feitura do prato se confundirem com a letra ou com as indicações de uma comanda manual. Um pedido entregue de maneira equivocada em uma mesa é outra prática que fere a credibilidade de qualquer restaurante ou bar e pode fazer com que os clientes não se sintam interessados em voltar ao local.

A automação da produção na cozinha ajuda também no que diz respeito aos pedidos feitos de casa. Cada vez mais, aplicativos de entrega de comida crescem e ganham adeptos. Por isso, a rotina das cozinhas também sofre alterações. É muito mais fácil lidar com elas a partir de um sistema que indique claramente quais são os pedidos do próprio restaurante e quais são para delivery. Quanto mais organizados forem os dados, melhor.

Estas são algumas das vantagens de seu automatizar os processos de um restaurante e colocar um sistema de impressão de comandas na cozinha. Para que um estabelecimento cresça, fidelize seu público e atraia mais consumidores, é importante que ele siga os padrões de evolução tecnológica, mantendo-se sempre atualizado sobre as melhores práticas.

Práticas de gestão inovadora e constante evolução nos negócios interessam a você? Então, visite nosso site e confira todo o conteúdo que produzimos sobre o tema. E não perca a chance de conferir os serviços que prestamos, com softwares que auxiliam em processos de automação comercial.

 

4 passos para tornar seu controle de estoque mais eficiente!

 

O controle de estoque tem relação direta com as áreas de finanças e a margem de lucro do negócio. Implementar boas práticas logísticas é fundamental para evitar perdas, extravios e compras desnecessárias de itens. Basicamente, as atividades de controle de estoque são dividias em três: registro, fiscalização e gestão. O registro e a fiscalização são atividades totalmente operacionais, o grande segredo da eficiência está mesmo na gestão. Veja os passos para você tonar o seu controle de estoque eficiente.

Passo 1: Defina a política de estoque de acordo com a demanda

Entender a demanda e a sazonalidade é o passo número 1 para definir a política de estoque. Nela deve conter o que, quando e a quantidade que se deve comprar e quais são os critérios para fazer liquidação de produtos que estão há tempo parados. Essa é uma tarefa bastante desafiadora da gestão de estoque, pois é preciso encontrar o equilíbrio entre a falta de itens e os itens parados no estoque.

Passo 2: Capacidade produtiva X controle do estoque

Calcule o lead time. Esse é o indicador do tempo total do processo de compra. Ou seja, desde a solicitação de um cliente até a finalização (entrega) do produto ou serviço. O lead time envolve a solicitação de materiais para o seu fornecedor, o recebimento, o processamento e a produção. A capacidade produtiva da empresa está diretamente relacionada ao lead time. Para diminuir esse indicador, é necessário identificar os gaps dos processos de logísticas interno.

Passo 3: Indicadores de desempenho logístico

Agora que você conhece o seu lead time e conseguiu identificar gaps no processo, é preciso calcular os indicadores relacionados diretamente ao controle de estoque. São eles:

  • Acuracidade de Inventário: O que está em estoque físico é realmente o que consta no sistema? Para calcular, use a fórmula: AI = quantidade física/quantidade no sistema x 100. Quanto mais próximo dos 100%, mais acurado está o seu inventário.
  • Cobertura de estoque: Esse indicado determina a quantidade de dia que a sua empresa consegue produzir baseada com a média de vendas e o estoque atual. Para a fórmula, use: C = estoque/média de vendas.

Com essas informações, é possível analisar novamente se a política de estoque está de acordo. Vale lembrar que quanto mais dados antigos você tiver, principalmente sobre vendas e sazonalidade, mais eficiente pode tornar o controle de estoque. Agora, vamos para os passos operacionais, mas que são extremamente importantes para que a gestão dê resultados satisfatórios.

Passo 4: Atividades operacionais diárias

Elas são bastante básicas, mas são muito importantes. Fazer a alimentação das fichas de controle de estoque, verificar as entradas e saída de produtos, registrar de forma correta e acurada no sistema, conferir os materiais que chegam antes de fazer o registro no sistema, cadastrar cada matéria-prima ou produto respeitando quantidade, código e datas. Tudo isso ajuda a gestão do negócio ter dados mais verdadeiros para planejar novas estratégias e encontrar gaps. O inventário do estoque deve ser feito de maneira frequente.

A tecnologia é uma grande aliada neste assunto e há softwares que facilitam e automatizam vários processos, diminuindo riscos de erro e de divergência de informações.

Sobre a JS Softcom

A empresa ingressou no mercado em 1990 e dedicou os últimos 13 anos de existência em soluções focadas em automação comercial. A JS Softcom oferece a empresas do ramo de varejo, alimentação e franquias as melhores soluções atendendo sempre a necessidade de cada cliente.

7 razões para investir na solução Multilojas

Você que administra uma franquia ou possui mais de uma loja tem um número grande de tarefas para gerir ao mesmo tempo. Isto pode ser um problema, pois se a administração dos diferentes negócios não for bem-feita, você pode acabar obtendo algum prejuízo.

Sendo assim, o ideal é que exista uma maneira de gerir tudo em um só lugar, evitando que informações importantes se percam. Só que isto existe. Você pode conseguir tudo isso e muito mais com a solução Multilojas.

O que é a solução Multilojas?

A solução Multilojas é um sistema web criado pela JS Softcom que tem como objetivo ajudar os comerciantes varejistas na gestão administrativa de suas lojas. Ele permite que todos os estabelecimentos sejam controlados a distância e em tempo real.

Através de um único sistema, você que é dono de franquia ou de várias lojas tem acesso on-line e controle total do movimento das vendas de cada estabelecimento, o cadastro unificado de produtos, a quantidade de itens em estoque e muito mais.

 

Razões para investir na solução Multilojas

Vamos listar alguns dos principais motivos para que você invista no sistema Multilojas para gerir cada uma de suas lojas sem prejuízos.

  • Não é preciso estar em vários os lugares ao mesmo tempo para gerir todas as lojas ou franquias. Esta administração pode ser realizada de casa ou no escritório de uma vez só, apenas buscando as informações pelo sistema on-line;
  • Ao se cadastrar no sistema Multilojas, você cria o seu perfil de acesso e usuário de forma que possa administrar seu comércio usando os recursos on-line;
  • Usando a solução Multilojas é possível consultar o estoque de cada uma de suas lojas, fazer a manutenção e modificação do cadastro dos produtos e realizar movimentação e transferência de itens entre as suas lojas;
  • O Multilojas é capaz de ajudar você a administrar suas vendas diárias. O sistema mostra as movimentações financeiras individual e consolidada, para que você possa ter estas informações com precisão;
  • O sistema Multilojas também é capaz de produzir relatórios para que você fique atualizado sobre tudo que acontece com as suas lojas. Ele pode, por exemplo, lhe enviar um inventário ou uma relação de produtos vendidos ou que estejam em falta nos estabelecimentos;
  • O sistema tem a capacidade de informar o consumo de produtos, tanto por loja, por dia ou por mês. É capaz também de mostrar as vendas por horário em cada loja;
  • Com a Multilojas você pode consultar o log de atualização de cada loja, além da programação de atualização de preços.

São várias as razões pelas quais o sistema Multilojas pode ser muito útil para você na gestão de sua franquia ou lojas. Investir em uma facilidade como essa economiza tempo, dinheiro e ainda ajuda a lucrar mais.