Softwares à favor dos comércios em tempos de distanciamento social

O mundo está em quarentena. A pandemia do novo coronavírus obrigou a maioria das pessoas a ficarem reclusas em suas residências, distantes das atividades rotineiras que exigiam contato social, como o trabalho e o lazer.

Com isso, a importância da tecnologia, que já era evidente, intensificou-se ainda mais. Principalmente no ramo do comércio, em que os varejistas, devido a esse cenário incomum, tiveram de repensar em soluções para manter o negócio de forma operante e seguro tanto para si, quanto para os clientes.

O que muitos desconhecem é que o setor de automação comercial pode ajudar — e muito — na hora de facilitar a vida do comerciante, ainda mais em momentos como esse.

A utilização de ferramentas e métodos que buscam automatizar as atividades rotineiras de uma loja funcionam como a base desse setor. Para isso, a tecnologia exerce um importante papel: ela auxilia consideravelmente na realização de procedimentos operacionais, como, por exemplo, o atendimento eletrônico ao cliente, gerando, além de comodidade para o varejista, maior produtividade no fim de mês.

Investindo em processos que minimizem ações manuais, o ganho que se obtém pode exceder as expectativas: eles diminuem as possibilidades de erro humano, além de otimizar a execução de tarefas simples.

Quando se fala em automação comercial, a primeira coisa que vem à mente são os equipamentos que se encontram especificamente nos pontos de venda, como impressoras modernas, balanças digitais e leitores de código de barra avançados. Entretanto, com a popularização dos smartphones e aplicativos, novos meios de automação fizeram-se acessíveis a diversos tipos de estabelecimentos.

A automação em tempos de distanciamento social

Com o cenário de distanciamento social, muitas pessoas não têm ido ao comércio para não correr o risco de contaminação. Com isso, o delivery passou a ser uma tendência no período. Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria Galunion, em parceria com o Instituto Qualibest, neste momento, 90% das pessoas estão evitando comer fora de casa (restaurantes estão com as portas fechadas). Então, é natural que a tendência seja a favor dos aplicativos de comida e, principalmente, da entrega de alimentos para serem preparados.

É aqui que entra o delivery do seu estabelecimento. A instalação de um sistema que permita realizar o atendimento ao cliente e registro de pedidos de maneira ágil e segura já é uma realidade bastante acessível no mercado da automação. Além de identificador de chamadas, essas ferramentas são capazes até de apresentar o histórico detalhado dos pedidos por clientes, individualizando o atendimento e tornando todo o processo muito mais eficiente.

Se caso o delivery não for uma opção viável para o consumidor, há também ferramentas que permitem que ele tenha acesso a todo o cardápio do dia, de onde estiver, e antecipe as compras, chegando ao local apenas para a retirada e o pagamento. Com isso, os benefícios são diversos: para o cliente, menor probabilidade de fila; para o estabelecimento, otimização do serviço.

Falamos até agora dos benefícios de automação que atingem diretamente o comprador, contudo, existem instrumentos específicos para facilitar também a vida do dono do varejo, principalmente dos que possuem mais de uma loja e estão impossibilitados de comparecer ao local com frequência.

Com o crescimento da tecnologia, atualmente, franquias inteiras podem ser administradas à distância com um nível de segurança altíssimo e diversas opções úteis, que incluem desde o acesso facilitado aos produtos do estoque até o movimento de caixa operado pelos funcionários, tudo via aplicativo.

Para saber mais sobre essas e outras ferramentas que mudarão o jeito de administrar o seu estabelecimento, acesse o site da JS Softcom e tenha em mãos uma ampla variedade de opções de serviços, que podem fazer toda a diferença em momentos de crise como esse.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *